Receba nossas newsletters:
Cadastro efetuado com sucesso!
newsletter

Doshas -A visão da Ayurveda sobre a constituição psicofísica dos seres humanos

Para a Ayurveda existem cinco forças da natureza que se combinam dinamicamente para formar o nosso organismo: éter (ou espaço), ar, fogo, água e terra. Esta combinação, chamada Prakritti (ou dosha), organiza todas as funções físicas, mentais e emocionais necessárias para a vida. O modo como vemos, pensamos e sentimos são a nossa prakrutti - o resultado da combinação única dessas energias sutis.

Descobrir a nossa prakritti é uma oportunidade para entender melhor a nossa individualidade. Ao nos familiarizarmos com a nossa natureza, aprendemos a nos manter em harmonia, conquistando uma vida equilibrada, bem estar, saúde e beleza.

Todas as formas de vida combinam os três doshas, cada qual de maneira única, portanto, não é necessário termos 33,3% de cada dosha para que nossa natureza seja boa – toda prakriti é boa quando equilibrada.

Ao ler o texto abaixo procure se identificar de acordo com a maneira como se sentiu e agiu instintivamente na maior parte da sua vida. Mas não tire conclusões precipitadas ou definitivas sobre si mesmo. Esse informativo serve somente para despertar o conhecimento sobre os Doshas. Para uma avaliação precisa, consulte um especialista.

VATA (Éter + Ar)

Corpo

O indivíduo do tipo Vata tem estrutura leve e flexível. O corpo é pequeno, os músculos são suaves, é pouco gorduroso com tendência a ser magro ou a estar abaixo do peso. Aparenta ser “tão alto” ou “tão baixo” frequentemente. Sua aparência física é pouco desenvolvida. Com peito “chapado”, demonstra pouca força e menos resistência do que os outros doshas. As veias costumam ser proeminentes.

Sua pele tem tendência a ser seca e com rugas. A circulação é pobre e, como resultado, as mãos e pés são frios. Em função do dosha ser frio, seco, leve e móvel, o Vata tem falta de material isolante (tecido gorduroso abaixo da pele). Ele se sente desconfortável no clima frio, especialmente se está seco e ventando, e prefere a primavera e o verão.

Outras características físicas de uma pessoa Vata incluem olhos pequenos e sem brilho, secura, cabelos finos (enrolados, ondulados), pele e unhas secas e ásperas, juntas rachadas, dentes irregulares, quebradiços ou protuberantes.

Alimentação

Tem apetite e digestão variáveis. Come depressa e em pouca quantidade, o que tende a desequilibrar e agravar o dosha. É atraído por alimentos adstringentes, como saladas e vegetais, mas o seu corpo precisa dos sabores doce, ácido e salgado. Alimentos crus agravam o Vata mais do que equilibram. Costuma sofrer de dificuldades com a digestão e problemas com a absorção de nutrientes. Tem tendência a produzir urina escassa e as fezes são duras, secas e em pouca quantidade. A constipação intestinal é uma das características mais comuns.

Perfil

Como o vento, o Vata tem grande dificuldade em estabelecer “raízes”. A palavra Vata deriva de uma raiz que significa “mover” e isso dá uma importante pista sobre as características desse dosha. Como o princípio é o da mobilidade, Vata provê a força motora para todas as funções e processos mentais e físicos, regulando todas as atividades do corpo, do número de pensamentos que temos a quanto rápido e eficientemente o alimento se move no trato digestivo.

As pessoas de Vata são imprevisíveis. Sua variabilidade – de tamanho, forma, disposição de ânimo e ação – é a característica que o distingue. A sua energia física e mental se manifesta aos arrancos. Os indivíduos desse tipo tendem a andar depressa, ter fome a qualquer hora, amar a excitação e a mudança, ir dormir numa hora diferente a cada noite, pular refeições e digerir bem a comida em um dia e mal no dia seguinte.

Psicologicamente, o Vata é abençoado com uma mente rápida, flexível e criativa. Tem uma excelente imaginação e se sobressai pelas ideias inovadoras. Quando está em equilíbrio é alegre, jovial e feliz. Tende a falar muito e rapidamente. É facilmente excitado, alerta e reage com velocidade, mas não pensa demais antes de agir. Por isso, costuma dar respostas e ter reações impulsivas e equivocadas ou tomar decisões erradas com grande confiança.

Uma de suas principais características é a disposição para mudanças ou para mudar as coisas de lugar e dificuldade para estabelecer relacionamentos. Ele, freqüentemente, muda a mobília, a casa, o emprego, a cidade, e se sente facilmente entediado, instável e desmotivado. Não gosta de ficar no mesmo lugar por mais de um ano! Sua fé também é variável.

O Vata está sempre com pressa e caminha rápido. Devido ao atributo mobilidade, não gosta de ficar à toa e prefere o movimento, viagens, por exemplo. Não fazer nada é uma punição para ele, que é atraído por corridas, saltos, atividades vigorosas. No entanto, como tem pouca resistência pode ficar facilmente cansado ou exausto.

O Vata é um ser amável, se conseguir amar alguém sem medo e isolamento. Na verdade, o medo é um dos sintomas de desequilíbrio e um Vata costuma sentir medo da solidão, do escuro, de altura e de lugares fechados. Ansiedade, nervosismo e insegurança também são comuns. Ele é preocupado, pouco tolerante e pouco corajoso.

Também é inclinado a muita atividade sexual, mas esse excesso pode provocar o seu desequilíbrio. Tem dificuldade em manter o sexo prolongado e os homens podem ter tendência à ejaculação precoce. Os indivíduos deste tipo dormem menos do que os outros doshas e têm tendência ao sono interrompido, a insônia, especialmente quando está desequilibrado. Porém, mesmo assim, acorda alerta e pronto para o dia.

Clareza também é um dos atributos de Vata, que pode ser sensitivo e clarividente. Com a sua mente clara e imaginação fértil, agarra-se facilmente às novas ideias. Mas com a mesma facilidade com que se empolga com as novidades pode esquecê-la.

O Vata tende a fazer dinheiro rápido e gastá-lo por impulso ou em “bagatelas”. É capaz de ir a um mercado de quinquilharias e voltar pra casa com um monte de “porcarias”. Não é um bom poupador nem planejador financeiro, o que pode resultar em problemas econômicos.

Desequilíbrios

Da maneira como o Vata funciona (é atrasado para viajar, sem rotina, com estímulos contínuos, com mudanças freqüentes), pode facilmente desequilibrar o dosha e levá-lo a desordens como constipação, gases intestinais, fraqueza, artrites, pneumonia, pele, lábios, cabelos, calcanhares e mamilos ressecados ou rachados, desordens do sistema nervoso, tiques nervosos, confusão mental, palpitação e falta de ar, assim como tensão e rigidez muscular, dores na região lombar e ciática. Quando está em desequilíbrio, é difícil restabelecer sua harmonia.

Vata em excesso provoca hiperatividade mental, impaciência e é o principal fator desencadeante de TPM. Quando o período menstrual se aproxima, a mulher tende a ter inchaço, dor das costas, cólica ou dores abdominais, nas panturrilhas, insônia, ansiedade, medo e insegurança.

Estímulos auditivos, drogas, açúcar, cafeína e álcool desequilibram o dosha, assim como a exposição a lugares e alimentos frios. O tipo Vata é facilmente agravado pelo mau uso dos sentidos. Música muito alta, iluminação inadequada e uso excessivo do computador são fatores que agravam seu estado. Apesar de ser naturalmente atraído por novas experiências, deve destinar algum tempo a atividades calmantes, criativas como pintura, costura etc.

As estações frias, secas e com vento, como o outono, tendem a agravá-lo. O Vata precisa se agasalhar, comer alimentos quentes, nutritivos, levemente oleosos. Banhos quentes e com vapor, umidificadores e hidratantes em geral ajudam a manter o equilíbrio. Em geral, também sente alivio com saunas (úmidas e quentes).

Para conquistar o equilíbrio, precisa introduzir rotina na sua vida e mantê-la, o que é um dos objetivos mais difíceis a serem alcançados por este dosha. Com o auxílio da regularidade, principalmente na alimentação e nos horários de dormir e acordar, poderá diminuir desconfortos causados por excesso de Vata, como insônia e exaustão. A rotina deve ser mantida mesmo quando a energia estiver boa. O Vata está freqüentemente correndo e estafado, incapaz de prestar atenção às tarefas corriqueiras, freneticamente fazendo várias coisas ao mesmo tempo ou falando excessivamente, pulando de assunto o tempo todo. Ao desacelerar e dar a si mesmo tempo para pensar, o Vata alcançará tudo o que precisa e se sentirá menos cansado.

Características principais:

  • Constituição física leve, esguia e magra (ossos finos e protuberantes); Executa rapidamente as atividades, anda com passos rápidos; Fome e digestão irregulares; Tem sono leve e interrompido, tendência para a insônia (com pico às 4 h); Entusiasmo, vivacidade, imaginação;
  • Excitabilidade, mudança de humor; Capta rapidamente novas informações, mas também esquece rápido; Tendência a se preocupar, nervosismo e medo; Tendência a ter prisão de ventre; Fica cansado rapidamente, tendência a se esforçar demais; A energia física e mental se manifesta aos arrancos; Reage ao mundo pelo tato; Pele seca e escurecidas nas articulações;Desenvolve rigidez, artrites e dores generalizadas; Grande flexibilidade e agilidade na juventude, mas baixa energia; Cansaço fácil, tendência à exaustão; Problemas de coluna (escolioses); Mantém hábitos irregulares, omitir refeições, dormir em horários variáveis; Ama a agitação e as constantes mudanças;Digere bem a comida num dia e mal no outro; Tem crises emocionais de curta duração e que são logo esquecidas.

O Vata deve no seu dia-a-dia:

  • Procurar a estabilidade, regularidade, segurança e a profundidade; Manter a rotina; Olear a pele; Fazer exercícios suaves; Descansar adequadamente, ter boas horas de sono; Educar e nutrir os sentidos; Manter a calma; Evitar alimentos crus e frios e comer alimentos quentes e picantes; Evitar temperaturas excessivamente frias e manter-se aquecido.
  • Em relação às cores, o Vata deve minimizar o uso das escuras e frias como azul, marrom e preto. Também não deve usar as muito vívidas e fortes, que podem hiperestimulá-lo. As melhores cores são os tons pastéis, amarelados e esverdeados, tomando muito cuidado com laranja e vermelho.

PITTA (Fogo + Água)

Corpo

É do tipo mediano em estatura e estrutura embora alguns indivíduos possam ser esbeltos com uma aparência delicada. Eles raramente ganham ou perdem muito peso. O seu desenvolvimento muscular é moderado e costumam ser mais fortes fisicamente do que os Vata. Os olhos são claros e podem ser acinzentados, verdes, castanho-acobreados e proeminentes. Esse indivíduo tende a ter uma pele corada, rosada, e pode ter cabelos vermelhos, com tendência a serem sedosos. O Pitta pode tornar-se precocemente grisalho ou calvo, podendo ter uma grande e bonita cabeça completamente careca!

Sinais e sardas são comuns na pele Pitta, que tende a ser oleosa, morna e menos enrugada do que a pele de um Vata. Os dentes são pontudos, levemente amarelados e as gengivas tendem a sangrar.

A temperatura normal do Pitta é ligeiramente alta e os pés e mãos costumam ser quentes e suados. O Pitta se sente confortável numa temperatura em que o Vata e o Kapha já estão com frio. O Pitta transpira mesmo quando a temperatura não está muito elevada. Já um Vata não transpira mesmo no calor extremo. Sua transpiração costuma ter odor forte de enxofre e ácido, principalmente nos pés, onde pode ter mau cheiro.

Alimentação

O Pitta tem forte apetite, metabolismo e digestão. Consome grandes quantidades de comida e bebida e produz grande quantidade de fezes e urina, que tendem a ser amareladas e suaves. Quando está em desequilíbrio, deseja pratos quentes e picantes, que não são adequados para seu biotipo. Os sabores indicados são o suavemente doce, amargo e adstringente. Quando sente fome, precisa comer logo, caso contrário, pode ficar irritado e hipoglicêmico.

Perfil

A palavra Pitta deriva da expressão em sânscrito Tapa, que significa austero, inflamado. O Pitta tem pouca tolerância à temperatura quente, luz do sol ou trabalho físico pesado. Embora o Pitta seja “quente” o apetite sexual não é muito forte e pode usar o sexo para liberar sua raiva.

O Pitta é inteligente, alerta, aguçado, ácido e tem grande poder de compreensão e concentração. O intelecto é penetrante e a memória é afiada, lógica, investigativa e argumentativa. É voraz por conhecimento e tem grande capacidade de liderança e organização. Tem forte habilidade administrativa e gosta de estar em posição de liderança. É bom planejador, ambicioso e disciplinado. Agressivo por natureza, facilmente toma frente das situações. Também tem tendência para a política, pois tem forte carisma e as outras pessoas são atraídas por ele.

A intensidade é a principal característica do tipo Pitta que tende a ser ambicioso, franco, ousado e com tendência a ser argumentador ou ciumento. Perfeccionista apega-se aos detalhes do processo, perdendo o foco ou a sensibilidade de perceber os resultados positivos. O Pitta pode achar que a sua missão é “salvar o mundo”. Gosta de mergulhar profundamente nos problemas e descobrir soluções. Sua cabeça está sempre trabalhando e a busca por soluções de problemas e enigmas de qualquer tipo são um atrativo. Também tende a ser bom orador.

O Pitta é noturno, ficando alerta em torno da meia-noite e gosta de ler ou estudar até tarde. É atraído por profissões nobres como medicina, engenharia, direito e por situações de competição física e mental. Por isso, deve evitar atividades de competição one-to-one.

É organizado e, normalmente, programa a rotina dos que estão à sua volta. O quarto de um Pitta está sempre limpo e arrumado, as roupas são arrumadas em seus devidos lugares, os sapatos estão em ordem e os livros são organizados de acordo com a espessura ou outro sistema definido.

Tem a tendência a ser preciso em seus planos, o que o ajuda a alcançar os objetivos. Deve evitar ser tão rígido e investir tempo em fazer coisas sem um objetivo específico somente pelo prazer de fazê-las. Caminhadas relaxantes são indicadas e deve evitar esportes de competição. Ficar exposto à luz da lua é um excelente suavizante para o tipo Pitta.

O Pitta é de alguma forma sábio e brilhante, mas também pode se tornar controlador e dominador, com tendência a comparação, agressividade, julgamento, meticulosidade e perfeccionismo. Tudo tem que ser feito na hora certa e corretamente! Nunca abre mão dos seus princípios e, às vezes, tende ao fanatismo e à crítica, especialmente quando o dosha está agravado. Se não houver outro alguém pra criticar, o Pitta criticará e julgará a si mesmo.

Mas o lado combativo de Pitta não precisa se expressar de uma forma extravagante ou grosseira. Quando equilibradas, as pessoas Pitta são calorosas, carinhosas e satisfeitas. É extremamente Pitta ter um andar determinado, sentir-se extremamente faminto se a refeição atrasar meia hora, acordar à noite sentindo sede, viver em função do relógio e se ressentir de desperdiçar o tempo.

O tempo de vida do Pitta é moderadamente longo. Esse indivíduo gasta muita energia vital com excesso de atividade mental, perfeccionismo, agressividade e a busca incessante pelo sucesso. Ele tem profundo medo por fracassar, não aceita as palavras não e fracasso e pode se tornar altamente estressado. É o tipo workaholic.

O Pitta se empenha para ter sucesso material e prosperidade. No entanto, gasta mais do que acumula. Gosta de viver em casas luxuosas e dirigir carros chiques, de usar bons perfumes, jóias, pedras, e outros itens para exibir os seus bens.

Desequilíbrios

O dosha Pitta governa a digestão e o metabolismo e é responsável por todas as transformações bioquímicas que ocorrem no corpo. Também está estreitamente envolvido com a produção de hormônios e enzimas. O Pitta no corpo é comparado ao princípio do fogo na natureza – ele queima, transforma e digere.

Um número grande de fatores pode agravar Pitta. Um é simplesmente comer alimentos muito apimentados, incluindo pimenta preta, cayenne e curry. Também não são indicadas as frutas e o vinho ácidos, iogurtes e o fumo. Comer frituras e alimentos gordurosos como, por exemplo, manteiga de amendoim pode gerar náusea e dor de cabeça. Trabalhar próximo ao fogo ou sob o sol também agrava o dosha.

As doenças de Pitta costumam estar relacionadas aos princípios do fogo e calor como febre, inflamações, indigestão ácida, fome excessiva, icterícia, transpiração profusa, erupções cutâneas, sensações de queimação, úlceras, queimação nos olhos, colites e inflamações na garganta. Todas são desordens do tipo inflamação e causadas pelo excesso de Pitta, que também é suscetível a queimaduras de sol.

O verão é o período mais difícil. O calor úmido pode facilmente causar desequilíbrio. O calor corporal aumenta e tornando-o mais suscetível às doenças e desequilíbrios. Também pode se sentir irritado, agitado e raivoso. A mente aguçada pode se tornar hipercrítica e julgadora. O ciúme, a inveja e a cobiça podem ser despertadas. O Pitta precisa ficar frio!

O sono do Pitta é de média duração, porém ininterrupto e profundo. Levantar durante a noite para urinar e sentindo sede são sinais de desequilíbrio. O Pitta é ávido por conhecimento e gosta de ler antes de dormir, mas, frequentemente, dorme com o livro sobre o peito.

A mulher Pitta tende a menstruar cedo, possivelmente antes dos 10 anos. Os sintomas de TPM incluem inchaço nas mamas e sensação de queimação ao urinar.

O dosha tende a levar a energia vital para a mente. Portanto, o excesso de uso da mente pode ser prejudicial e agravante.

Características principais:

  • Constituição física média, boa musculatura e circulação e boa lubrificação da pele e das articulações; Força e resistência médias; Andar com passos determinados; Muita fome, muita sede e boa digestão; Tendência à raiva e irritabilidade sob tensão; Pele clara ou rosada, freqüentemente sardenta; Aversão ao sol e ao calor; Caráter empreendedor, aprecia os desafios; Inteligência aguçada; Fala precisa e articulada; Não consegue pular refeições; Cabelo louro, castanho ou ruivo (ou com nuanças avermelhadas) e tendência a ficar grisalho muito cedo; Temperamento empreendedor, gostar de desafios; Ambicioso, irritável, calor excessivo, tendente a argumentação; Caloroso e ardente nas emoções, quando equilibrado; Sudorese abundante e odor no corpo; Reage ao mundo visualmente; Viver em função do relógio e detestar desperdiçar o tempo; Acordar à noite sentindo calor e sede; Assumir o comando de uma situação ou sentir que deveria fazê-lo; As outras pessoas às vezes o acham por demais exigente, sarcástico ou crítico.

O Pitta deve no seu dia-a-dia:

  • Praticar relaxamento, rendição, perdão, gentileza; Buscar os objetivos sem pressionar e cobrar demais de si mesmo; Preferir a crítica construtiva no lugar do confronto; Praticar exercícios e atividades não competitivas; Manter-se calmo; Atividades externas com desafio, contato com a natureza; Evitar o calor excessivo; Evitar óleo em excesso; Evitar ficar raivoso e furioso; Limitar o consumo de sal; Comer alimentos refrescantes e não picantes; Se exercitar na parte mais fresca do dia; Praticar a entrega real, deixar a vida acontecer.

Em relação às cores, são indicadas as frias e suaves como azul, lilás, violeta, prata e azul-esverdeado. Usar vermelho e laranja com parcimônia, minimizar amarelo e laranja e evitar o preto.

KAPHA (Terra + Água)

Corpo

O dosha Kapha é responsável pela estrutura do corpo. O Ayurveda diz que Kapha está relacionado com os princípios da terra e da água na natureza. É tipicamente pesado, estável, firme, frio, oleoso, lento, inerte e macio e as pessoas do tipo Kapha se caracterizam por essas qualidades materiais.

O indivíduo do tipo Kapha é abençoado com um corpo forte, saudável e bem desenvolvido. O tronco é largo e expandido, os músculos são fortes e largos e os ossos pesados. Com essa forte constituição, formada predominantemente por elementos da terra e água, o Kapha tende a ganhar peso e ter dificuldade para perdê-lo, podendo ter sobrepeso e ser bochechudo. Para complicar mais a situação, o Kapha geralmente tem a digestão e o metabolismo lentos.

O Kapha tem muita energia vital, resistência e normalmente é saudável e forte. A pele é macia, lisa, lustrosa e espessa, com tendência oleosa. Os olhos são negros ou escuros, grandes e atraentes, com longas e grossas sobrancelhas e cílios. O branco dos olhos é completamente branco. Os dentes são brancos, largos e fortes. O cabelo tende a ser escuro, macio, lustroso, cacheado e abundante. Normalmente tem muito pêlo no corpo.

Alimentação

O apetite do Kapha é regular e constante e a digestão é lenta. Ele pode pular refeições ou trabalhar sem se alimentar, quando seria muito difícil para um Pitta se concentrar ou dedicar sem comer.

Geralmente é atraído por alimentos doces, salgados e oleosos como chocolate e biscoitos, que contribuem para a retenção de água e aumento no peso corporal. Os sabores ideais pra sua dieta são o amargo, adstringente e picante.

Perfil

A característica básica do tipo Kapha é "relaxado". O dosha gera estabilidade e regularidade. Ele fornece a força e a resistência física que definem a estrutura robusta das pessoas desse tipo. Elas são consideradas afortunadas no Ayurveda porque, por via de regra, gozam de excelente saúde e expressam uma visão do mundo serena, feliz e tranqüila. É extremamente Kapha ruminar as coisas durante um longo tempo antes de tomar uma decisão, dormir profundamente e levantar devagar, buscar conforto emocional na comida, mostrar-se feliz com o status quo e tranquilizar os outros para preservá-lo.

O Kapha é lento, estável e constante em todos os aspectos. Esse indivíduo anda e fala devagar e o seu discurso pode se tornar monótono. Também come devagar e demora a decidir-se e agir. Ele se move lenta e graciosamente. Em função do peso, sente-se geralmente lento pela manhã e pode sentir dificuldade para acordar sem um copo de café ou chá. Este indivíduo não é um ser matinal, preferindo o meio-dia. Pode ter vontade de um “cochilo” à tarde, após o almoço, pois se sente letárgico após uma refeição completa. Infelizmente, dormir durante o dia agrava o dosha e não é recomendável. O Kapha pode ser lento pra compreender, mas, uma vez que entende, o conhecimento estará permanentemente retido na sua memória, que é forte e de longa duração.

Apesar da sua boa constituição e resistência, evita praticar atividade física. Os exercícios vigorosos seriam bons, mas ele prefere sentar, comer e não fazer nada. Em vez de correr, gosta de caminhar lentamente. A natação não é um bom esporte para este tipo, pois o seu corpo absorve muita água. Quando pratica exercício, logo sente fome e procura comer após a prática. Depois de malhar, ele corre para um restaurante ou lanchonete.

O Kapha é abençoado com uma grande disposição para o amor. Sua natureza é paciente, pacífica, tolerante, carinhosa, compassiva. Sabe perdoar e adora abraçar as pessoas. A fé espiritual é profunda e duradoura e a mente é calma e estável.

Um dos atributos predominantes de Kapha é a suavidade, que se manifesta por meio de uma pele e cabelos macios, um discurso pacífico e tranquilo, uma natureza suave, gentil e amável. Um Pitta parece ser penetrante e afiado, o Vata parece ser disperso, mas um Kapha parece ser calmo, estável e “pé no chão”. Ele ou ela está aqui e agora!

O Kapha é clemente e sabe perdoar. Uma vez que você ferir seus sentimentos ele o perdoará, mas nunca esquecerá. Ele lhe dirá: uma vez, em 20 de janeiro de 19xx, às três horas da tarde, nós estávamos tomando café e você me disse algo que me magoou, mas eu o perdôo.

A tendência para a estabilidade e ser “pé no chão” o ajuda a poupar dinheiro. As suas extravagâncias são de pouca importância, gasta com alimentos como queijos, doces e tortas.

O apetite sexual do Kapha é constante, gosta de praticar sexo por horas, sem dispersar a energia, conseguindo reter o orgasmo ou a ejaculação por longos períodos. Pode ser difícil atrair a vontade do Kapha para o sexo, mas, uma vez atraído, ele estará pronto para um longo “jogo”.

Desequilíbrios

O dosha é agravado por alimentos da mesma natureza Kapha como frutas doces, melões, doces, biscoitos, iogurtes e outros produtos triviais. Comida fria ou congelada, água gelada, dormir durante o dia, e ficar sem fazer nada também agravam Kapha. O trabalho sedentário, especialmente quando o indivíduo passa longos períodos sentado à mesa de trabalho, aumulam Kapha no organismo. O excesso de Kapha e a digestão e metabolismo lentos podem gerar sobrepeso para o indivíduo.

Em função do metabolismo baixo, o Kapha, que se mantém estável, aproveita vida longa, mais do que os outros doshas, que tendem a queimar a energia mais rapidamente. Quando o Kapha está em desequilíbrio e agravado, o indivíduo pode ser tornar obeso, uma das principais causas de diabetes, hipertensão e doenças do coração. Com essas doenças, nenhum dosha consegue ter vida longa.

Sua evacuação é lenta e as fezes tendem a ser pálidas e leves. A transpiração é moderada, maior do que a do Vata e menor do que a do Pitta. O sono é profundo e prolongado.

O pior período do ano para o Kapha é o inverno e o início da primavera, quando a umidade está alta e a temperatura é baixa. O Kapha se acumula no organismo causando desequilíbrios de ordem emocional, mental e física. Os problemas físicos são relacionados com os atributos da água como resfriados, gripes, sinusites e outras desordens envolvendo muco como, por exemplo, a bronquite. A preguiça, excesso de peso, diabetes, retenção de água, sinusites e dores de cabeça também são comuns.

Emocionalmente, quando o Kapha está desequilibrado, sofre de avareza, apego, inveja, possessividade, luxúria, preguiça, levando a depressão Kapha (inércia). Curiosamente, o Kapha pode ser agravado na lua cheia porque há a tendência para a retenção de água neste período.

A mulher Kapha pode sofrer de TPM, ficando muito sensível emocionalmente e apresentando retenção de água, aumento de secreção vaginal (tipo corrimento esbranquiçado) e excesso de urina. Pode se sentir apegada, gananciosa e avarenta, letárgica e sentirá mais sono do que o habitual.

O Kapha costuma ter uma rotina e não gostar de alterá-la. É indicado revisar essa rotina e fazer pequenas mudanças pra não ficar tão preso aos mesmos hábitos, na inércia.

Características do tipo Kapha:

  • Constituição física sólida e poderosa, grande força e resistência físicas; Energia uniforme, movimentos lentos e graciosos; Andar leve, mesmo com excesso de peso; Personalidade tranqüila e relaxada, custa a ficar zangado; Pele fria, suave, espessa, pálida e frequentemente oleosa; Custa a captar novas informações, mas depois que as assimila costuma retê-las bem; Sono profundo e prolongado; Acordar vagarosamente, ficar na cama muito tempo e necessitar de café pra acordar; Tendência para a obesidade, buscar consolo emocional nos alimentos;Digestão lenta, fome moderada; Afetuoso, tolerante, magnânimo, generoso;Tendência a ser possessivo, Auto-satisfação; Meditar muito tempo antes de tomar decisões; Ser feliz com a situação existente e preservá-la conciliando os que o rodeiam;Respeita os sentimentos das outras pessoas (com relação às quais sente uma genuína empatia).

O Kapha deve incluir no dia-a-dia:

  • Estímulos, austeridade e atividade; Variar a rotina; Atividades física e mentalmente estimulantes; Praticar exercícios vigorosos diariamente; Acordar cedo e dormir tarde; Manter-se aquecido; Evitar alimentos pesados, oleosos e laticínios; Manter a atividade; Evitar bebidas e alimentos gelados; Comer alimentos leves, secos e quentes.

Em relação às cores, deve usar as luminosas, vivas e fortes como o vermelho, laranja, amarelo e dourado.

CARACTERÍSTICAS DOS BI-DOSHAS

PITTA-VATA OU VATA-PITTA

A composição desse biotipo gera, em comum, o atributo “leve”, que se reflete física, mental e espiritualmente. O tipo Pitta-Vata é muito admirado pela sociedade moderna, pois combina a criatividade do Vata com o poder de realização do Pitta. São profissionais eficientes e criativos, indivíduos adaptáveis e comunicativos. São pessoas amistosas e falantes, mas bem mais decididas do que quem é um puro Vata. O intelecto também é mais focado e aguçado. Elas têm maior energia, eliminação mais regular e circulação rápida. Toleram melhor o frio e são menos sensíveis às mudanças do ambiente. Porém, podem ser muito sensíveis e não estar preparados para a “frente da batalha”. Os movimentos são rápidos e enérgicos.

Aceitam desafios e enfrentam os problemas com entusiasmo e, algumas vezes, até com agressividade. Muitas vezes, acumulam as características do medo e da raiva dos dois doshas ao mesmo tempo.

As terapias de consciência corporal são muito benéficas para esse biótipo, que pode sofrer de aspereza, falta de afeto, falta de nutrição (doces). É preciso incrementar os elementos terra e água.

PITTA-KAPHA OU KAPHA-PITTA

A composição desse biótipo gera o atributo “oleoso”, que se reflete física, mental e espiritualmente. Os indivíduos dessa constituição agem intensamente como o Pitta e apresentam estrutura física sólida como o Kapha. São mais musculosos do que os tipos Pitta-Vata. Têm corpo adequado à prática de esportes, pois combinam a energia do Pitta com a resistência e esforço do Kapha. Não gostam de pular refeições e geralmente gozam de boa saúde. Mesclam a estabilidade de Kapha e a força de Pitta, com tendência a julgar, criticar e acumular raiva. Têm grande energia.

O Pitta tem uma relação de prazer e afeto com a comida. Ele usa a comida como símbolo de comemoração e agrada os outros através dela. O cômodo mais social da sua casa é a cozinha (bem organizada, bonita e eficiente). O Kapha encontra consolo emocional na comida e, ao menor sinal de possibilidade de perda, reserva o máximo de energia. É retentor, pegajoso e “gruda” afetivamente. Essa combinação pode ser perigosa e gerar compulsão pela comida, sobrepeso e todas as suas conseqüências. É fundamental reduzir o óleo na alimentação e ter cuidados redobrados na primavera/verão.

O Kapha precisa aprender a deixar a vida fluir, sem grandes apegos. Já o Pitta precisa aprender a ser flexível, que o mundo não precisa dele e dos seus métodos pra acontecer.

Esse biotipo tenta controlar os outros por meio da simpatia, pode se tornar possessivo, não diz não para não desagradar e correr o risco de perder as relações e pode fazer falsa caridade.

KAPHA-VATA OU VATA-KAPHA

O Kapha é pesado, estável, oleoso e paciente enquanto o Vata é leve, instável, ressecado e ansioso. A combinação desses atributos é a mais contraditória de todas. A composição desse biótipo gera, em comum, o atributo “frio”, que se reflete física e psicologicamente.

A tendência à instabilidade e explosões do Vata é reduzida pela estabilidade do Kapha. Não são pessoas com sobrepeso como o tipo Kapha puro, mas são mais fortes e resistentes fisicamente do que o tipo predominantemente Vata. A somatória do frio de Vata e Kapha determina uma intolerância às baixas temperaturas e uma tendência ao resfriamento do organismo (afetando o sistema respiratório, por exemplo). A presença do Vata, ainda que secundariamente, pode trazer instabilidade física e psicológica, como digestão fraca e confusão emocional.

(extraído do site: www.ayurvedicamente.blogspot.com.br)

Outros Textos

Ver Todos >>

Respire! Pranayamas

Você provavelmente já ouviu que a palavra Yoga vem da raiz sânscrita yuj, que significa ligar ou unir. E que o objetivo final do Yoga é libertação, também conhecida como samadhi, pela união do eu individual com a alma universal...

Meditação

A meditação abre a mente para o maior dos mistérios que acontece diariamente e a toda hora; ela expande o coração para que ele possa sentir a eternidade do tempo e a infinidade do espaço em cada pulsação; nos provê uma vida dentro do mundo...

Os Vedas são Politeístas?

"Assim como a água que cai do céu alcança o oceano, da mesma maneira todas as orações para todas as deidades seguem para Keshava." Esse é um verso muito belo e famoso na tradição védica, cuja beleza – além de derivar em parte...